impacto-das-telas-tato

Crianças e celular: o impacto das telas na infância e juventude

O impacto das telas no desenvolvimento da criança já não é uma novidade científica. Já compartilhei em minhas redes sociais sobre as evidências que sugerem que a estimulação sensorial crônica por meio da exposição excessiva ao tempo de tela pode afetar o desenvolvimento do cérebro de forma negativa.

Segundo um artigo (uma revisão de vários outros estudos) da Wilfrid Laurier University, do Canadá, o uso excessivo de smartphones pode aumentar o risco de distúrbios cognitivos, comportamentais e emocionais em adolescentes e adultos jovens.

Além disso, tem o potencial de aumentar o risco de início precoce de demência no final da vida adulta…

Fica a reflexão: será que precisamos mesmo desses dispositivos na educação das crianças e jovens?

O impacto das telas no desenvolvimento da criança

O excesso de telas tem um grande impacto nas funções executivas. Isso porque a criança:

❌é privada de oportunidades de estimulação motora;

😵tem uma hiperexposição visual e auditiva em detrimento dos outros sistemas sensoriais;

🏆está imersa em mecanismos de recompensa que não exigem planejamento, controle/inibição.

🔁 Sem falar nos mecanismos repetitivos que reforçam a inflexibilidade cognitiva.

Essa é a razão pela qual os estudos têm mostrado esse déficit importante na aquisição de uma inteligência funcional. 

Estudo da American Medical Association

Em um estudo da American Medical Association sobre uso de mídias digitais e TDAH foram recrutados, por amostragem de conveniência, alunos entre 15 e 16 anos em 10 escolas de ensino médio de Los Angeles, que foram acompanhados entre 2016 e 2018.

Publicado pelo jornal JAMA network, o estudo concluiu que houve uma associação significativa entre a maior frequência de uso de mídia digital e sintomas subsequentes de TDAH (Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade).

O artigo também ressalta que uma meta-análise de estudos de 1987 a 2011 descobriu que o uso de formas tradicionais de mídia digital (televisão e videogame) foi modestamente associado ao TDAH e resultados relacionados. 

Na pesquisa da American Medical Association, com alunos sem sintomas de TDAH, houve uma associação significativa entre maior frequência de uso de mídia digital moderna e sintomas subsequentes de TDAH ao longo de um acompanhamento de 2 anos.

Conclusões e relevância

O uso mais frequente de mídia digital poderia estar associado com o desenvolvimento de sintomas de TDAH. Mais pesquisas, no entanto, são necessárias para avaliar se essa associação é causal.

Leia também: 7 sinais de que seu filho não está se desenvolvendo bem

Estudo do The First Hospital of Jilin University

impacto-das-telas-tato

O tempo aumentado de tela agrava os sintomas autísticos, especialmente os sensoriais, segundo um estudo do Departamento de Pediatria do desenvolvimento e comportamento do The First Hospital of Jilin University, Changchun, China.

Nesse estudo, o tempo de tela estava relacionado ao desenvolvimento da linguagem nas crianças com TEA. Quanto menor a idade e maior o tempo de exposição da tela, mais sério será o impacto no desenvolvimento da linguagem.

Além disso, verificou-se que um tempo de tela maior também limita o desenvolvimento de habilidades sociais, afetando ainda mais a capacidade cognitiva.

Clique aqui e confira minha live sobre o perigo das telas.

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *